Química

Habilitação Profissional de TÉCNICO EM QUÍMICA

O currículo da Habilitação Profissional de TÉCNICO EM QUÍMICA foi organizado dando atendimento ao que determinam as legislações: Lei Federal n.º 9394, de 20-12-1996; Resolução CNE/CEB n.º 1, de 5-12-2014; Resolução CNE/CEB n.º 6, de 20-9-2012; Resolução SE n.º 78, de 7-11-2008; Decreto Federal n.º 5154, de 23-7-2004. A organização curricular da Habilitação Profissional de TÉCNICO EM QUÍMICA está de acordo com o Eixo Tecnológico “Produção Industrial” e estruturada em módulos articulados, com terminalidade correspondente à qualificação profissional de nível técnico identificada no mercado de trabalho. Os módulos são organizações de conhecimentos e saberes provenientes de distintos campos disciplinares e, por meio de atividades formativas, integram a formação teórica à formação prática, em função das capacidades profissionais que se propõem desenvolver.

Os módulos, assim constituídos, representam importantes instrumentos de flexibilização e abertura do currículo para o itinerário profissional, pois que, adaptando-se às distintas realidades regionais, permitem a inovação permanente e mantêm a unidade e a equivalência dos processos formativos. A estrutura curricular que resulta dos diferentes módulos estabelece as condições básicas para a organização dos tipos de itinerários formativos que, articulados, conduzem à obtenção de certificações profissionais.

Itinerário Formativo O curso de TÉCNICO EM QUÍMICA é composto por quatro módulos.

Os MÓDULOS I e II não oferecem terminalidade e serão destinados à construção de um conjunto de competências que subsidiarão o desenvolvimento de competências mais complexas, previstas para o módulo subsequente.

O aluno que cursar os MÓDULOS I, II e III concluirá a Qualificação Profissional Técnica de Nível Médio de AUXILIAR DE LABORATÓRIO QUÍMICO.

Ao completar os MÓDULOS I, II, III e IV, o aluno receberá o Diploma de TÉCNICO EM QUÍMICA, desde que tenha concluído, também, o Ensino Médio ou curso equivalente.

O TÉCNICO EM QUÍMICA é o profissional que atua no planejamento, na coordenação, na operação e controle dos processos industriais e produtivos. Planeja e coordena os processos laboratoriais. Realiza amostragens, análises químicas, físico-químicas e microbiológicas. Realiza vendas e assistência técnica de equipamentos e produtos químicos. Participa do desenvolvimento de produtos e validação de métodos.   Atua com responsabilidade ambiental e em conformidade com as normas técnicas, de qualidade e de boas práticas de manufatura e de segurança.

MERCADO DE TRABALHO

Indústrias, Empresas de comercialização e assistência técnica, Laboratórios didáticos, de calibração, de análise, controle de qualidade e ambiental,  Entidades de certificação de produtos, Tratamento de águas e de efluentes.

Ao concluir a Habilitação Profissional de TÉCNICO EM QUÍMICA, o aluno deverá ter construído as seguintes competências gerais:

MÓDULO I

Aplicar técnicas de GMP (Good Manufacturing Practice [Boas Práticas de Fabricação]) nos processos industriais e BPL (Boas Práticas de Laboratório) no controle de qualidade; Aplicar técnicas de preparação e manuseio de amostras para análise; Manusear adequadamente matérias-primas, reagentes e produtos; Selecionar e utilizar técnicas de amostragem; Comunicar-se em contextos profissionais, com autonomia, clareza e precisão, adotando postura ética e utilizando o vocabulário e a terminologia da área.

MÓDULO II

Coordenar e controlar a qualidade em laboratório de acordo com normas vigentes; Coordenar programas e procedimentos de segurança e de análise de riscos de processos industriais e laboratoriais, aplicando princípios de higiene industrial, controle ambiental e destinação final de produtos; Realizar análises químicas em equipamentos de laboratório e em processos “on-line”; Utilizar ferramentas da análise de riscos de processo, de acordo com os princípios de segurança; Comunicar-se em contextos profissionais, utilizando a língua inglesa e a terminologia técnica e científica da área.

MÓDULO III

Controlar mecanismos de transmissão de calor, operação de equipamentos com trocas térmicas, destilação, absorção, extração e cristalização; Organizar e controlar a estocagem e a movimentação de matérias-primas, reagentes e produtos;  Planejar e executar a inspeção e a manutenção autônoma e preventiva rotineira em equipamentos, linhas, instrumentos e acessórios; Preparar e executar análises físicas, químicas e físico-químicas, utilizando metodologias apropriadas.

MÓDULO IV

Controlar a qualidade de matérias-primas, reagentes, produtos intermediários e finais; Controlar sistemas reacionais e a operação de sistema sólido-fluído; Operar, monitorar e controlar processos industriais químicos e sistemas de utilidades; Otimizar o processo produtivo, utilizando as bases conceituais dos processos químicos.


ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES O TÉCNICO EM QUÍMICA
poderá exercer as atribuições abaixo elencadas conforme Artigo 20 da Lei n° 2800/56, da relação de atividades da Resolução Normativa n° 36, de 25/04/1974: Desempenhar cargos e funções técnicas no âmbito das atribuições respectivas. Executar ensaios e pesquisas em geral, pesquisa e desenvolvimento de métodos e produtos. Realizar análise química e físico-química, químico-biológica, bromatológica, toxicológica e legal, padronização e controle de qualidade. Realizar produção, tratamentos prévios e complementares de produtos e resíduos. Operar e realizar manutenção de equipamentos e instalações, execução de trabalhos técnicos. Executar condução e controle de operações e processos industriais de trabalhos técnicos, reparos e manutenção.

As atribuições a seguir poderão ser exercidas por esse profissional com as limitações da alínea “c”, do § 2º, do Artigo 20 da Lei n° 2800/56 que atribui “responsabilidade técnica, em virtude de necessidades locais e o critério do Conselho Regional de Química da Jurisdição, de fábrica de pequena capacidade que se enquadre dentro da respectiva competência e especialização”:  Responsabilizar-se por: direção, supervisão, programação, coordenação, orientação e responsabilidade técnica no âmbito das atribuições respectivas.  Executar: assistência, assessoria, consultoria, elaboração de orçamentos, divulgação e comercialização no âmbito das atribuições respectivas.  Executar vistoria, perícia, avaliação, arbitramento e serviços técnicos; elaboração de pareceres, laudos e atestados, no âmbito das atribuições respectivas.

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR

MÓDULO I

I.1 Boas Práticas de Laboratório
I.2 Análises de Processos Fisico-Químicos I
I.3 Tópicos de Química Experimental
I.4 Tecnologia dos Materiais Inorgânicos I
I.5 Síntese e Identificação dos Compostos Orgânicos I
I.6 Linguagem, Trabalho e Tecnologia

MÓDULO II

II.1 Tecnologia dos Materiais Inorgânicos II
II.2 Inglês Instrumental
II.3 Microbiologia
II.4 Análise Química Quantitativa
II.5 Análise Química Qualitativa
II.6 Análise de Processos Físico-Químicos II
II.7 Síntese e Identificação dos Compostos Orgânicos II
II.8 Informática Aplicada a Química

MÓDULO III

III.1 Tecnologia dos Processos Industriais I
III.2 Operações Unitárias nos Processos Industriais I
III.3 Química Ambiental
III.4 Análise Química Instrumental
III.5 Processos Eletroquímicos – Corrosão
III.6 Química dos Polímeros
III.7 Planejamento do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) em Química

MÓDULO IV

IV.1 Tecnologia dos Processos Industriais II
IV.2 Operações Unitárias nos Processos Industriais II
IV.3 Metrologia Química
IV.4 Química dos Alimentos
IV.5 Proteção Contra a Corrosão
IV.6 Ética e Cidadania Organizacional
IV.7 Desenvolvimento do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) em Química