Destaque, Febrace — 19/03/2018 at 13:43

Etec Trajano Camargo é uma das vencedoras da 16ª Febrace

por

Projeto de recuperação de níquel e cobre levou sete prêmios | Foto: Divulgação

A Escola Técnica Estadual (Etec) Trajano Camargo, de Limeira, ganhou o primeiro lugar na Categoria Engenharia da 16º edição da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace). Com isso, os estudantes envolvidos no trabalho vão para os Estados Unidos representar o Brasil na Feira Internacional de Ciências e Engenharia (Intel ISEF). O projeto Recuperação de níquel e cobre do lodo das indústrias de joias para a produção de sais e estudo das aplicações foi a estrela da premiação, levando, além do credenciamento para a ISEF, os prêmios Professor Destaque para a docente Gislaine Delbianco; da Associação dos Engenheiros Politécnicos da USP; Destaque Unidades da Federação; Fetec MS (credenciamento para feira e capacitação para professor – Gislaine Delbianco); e o 3º lugar do Destaque SBPC. A Etec de Monte Mor ficou em primeiro lugar na votação popular da Febrace, com o trabalho Película impermeabilizadora a base de materiais de difícil reutilização.

Ao todo, sete Etecs receberam 18 prêmios oficiais e paralelos. A Carmelino Corrêa Júnior, de Franca, ganhou três reconhecimentos pelo projeto Cimento ósseo a partir da reciclagem de resíduos das indústrias coureira e pesqueiraHeliópolis, na Capital, foi agraciada duas vezes por Biofibra: telha ecológica de fibra de coco; também ganhou dois prêmios a Júlio de Mesquita, de Santo André, com Biopolímero a partir da farinha de arroz e sua aplicação como revestimento protetor de frutos; Bento Quirino, de Campinas, foi premiada com Robô hexápode de resgate; e Cônego José Bento, de Jacareí, com Produção de biofertilizante e análises cromatográficas do solo.

“Devemos muito às capacitações do Centro Paula Souza, que há muito tempo nos voltam para a pedagogia de projetos e nos incentivam a fazer coisas fora da caixinha”, afirma a professora Gislaine Delbianco, da Etec de Limeira. “Com isso, nossos alunos chegam sabendo que terão essa oportunidade de criar projetos, participar de feiras, concorrer a prêmios e realizar sonhos.”

A Febrace é organizada anualmente pelo Laboratório de Sistemas Integráveis da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP) e reuniu neste ano 300 trabalhos de estudantes de todo o Brasil ao longo de três dias. A solenidade de premiação ocorreu na tarde desta sexta-feira, 16, no Anfiteatro do Centro de Difusão Internacional (CDI), na Cidade Universitária, na Capital. Os vencedores da mostra recebem credenciais para outras feiras nacionais e internacionais e apoio para continuar desenvolvendo suas pesquisas.

 

Etecs premiadas 

Limeira
Etec Trajano Camargo
Recuperação de níquel e cobre do lodo das indústrias de joias para a produção de sais e estudo das aplicações
– 1º lugar na Categoria Engenharia da Febrace
– Prêmio Intel ISEF
– Professor Destaque para Gislaine Delbianco
– 3º lugar Destaque SBPC
– Prêmio Destaque Unidades da Federação – Recuperação de Cobre e Níquel
– Associação dos Engenheiros Politécnicos da USP
– Prêmio Fetec MS (credenciamento para feira e capacitação para professor – Gislaine Delbianco)

Campinas
Etec Bento Quirino
Robô hexápode de resgate
– Prêmio 3M

Capital
Etec de Heliópolis
Biofibra: telha ecológica de fibra de coco
– 3º lugar na votação popular da Febrace
– Prêmio Revista InCiencia

Franca
Etec Professor Carmelino Corrêa
Cimento ósseo a partir da reciclagem de resíduos das indústrias coureira e pesqueira
– 4º lugar na Categoria Biológicas da Febrace
– Prêmio Abritec – Certificado de Incentivo à Pesquisa Tecnológica e Científica-
– Prêmio Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular
– Prêmio Fenecit – credencial para feira no Recife

Jacareí
Etec Cônego José Bento

Produção de biofertilizante e análises cromatográficas do solo
– 4º lugar na Categoria Ciências Agrárias da Febrace

Monte Mor
Etec de Monte Mor
Película impermeabilizadora a base de materiais de difícil reutilização
– 1º lugar na votação popular da Febrace

Santo André
Etec Júlio de Mesquita
Biopolímero a partir da farinha de arroz e sua aplicação como revestimento protetor de frutos
– 3º lugar na Categoria Ciências Exatas e da Terra da Febrace
– Prêmio Fenecit – credencial para feira tecnológica no Recife

http://www.cps.sp.gov.br/etec-de-limeira-ganha-premio-na-categoria-engenharia-da-16a-febrace/